segunda-feira, 11 de junho de 2012

Namorados para sempre!

Olá, meninas!

Continuar namorando depois de alguns anos de casamento é difícil, mas não impossível.

A mídia mostra o casamento como algo insignificante. Retrata com muita frequência traição, sexo sem amor (aliás, para a mídia, o amor é brega, não sendo necessário ao relacionamento) e muitas outras deformações da vida a dois.

De tudo que a mídia vem mostrando, um comercial de tv deixou-me revoltada! Causou-me repugnância. Uma propaganda de certo posto de gasolina retrata a seguinte cena: o marido vai ao posto pagar suas contas, fazer manutenção do carro e outras atividades, enquanto a esposa fica em casa acreditando que ele irá demorar (visto a quantidade de coisas que foi realizar).

A cena segue com a esposa aproveitando-se da ausência do marido para traí-lo com vários homens. Ao chegar, o marido a encontra deitada na cama e, nem ao menos percebe a casa cheia de homens, que imediatamente passam a fugir, correndo por todos os lados, somente de cueca. São tantos homens que saem até pelo telhado. É o ideal de casamento da mídia: uma mulher devassa e um homem tolo!

Esse é um dos retratos que a mídia faz de nós mulheres: fáceis e fúteis. Precisamos mostrar o nosso valor. Embora saibamos que a mulher vem sendo muito desvalorizada, não podemos nos rebaixar aos padrões deste mundo (Jo. 17.15).  

Quer fazer realmente a diferença? Mostre ao mundo, se preciso for, o quanto você ama seu marido. Respeite-o em todo tempo. Assim o respeitará na frente das pessoas, sem precisar de uma máscara.

Casamento em minha opinião, é para a vida toda. Não ne casei para o divórcio. Quando as dificuldades chegarem não sairei de casa. Quando a vida colocar tropeços no caminho, não deixarei de amar. Quando meu marido não corresponder às minhas expectativas (ou vice-versa), continuarei lutando pelo amor. Não pode faltar respeito, admiração, fidelidade, pois são as bases para a permanência do namoro no casamento.

Não há segredo para manter o namoro no casamento. Basta querer. Quando eu e meu esposo namorávamos, o que mais gostávamos era da presença. Adorávamos ficar juntinhos no frio de São Paulo. Alguém sempre falava que todo aquele "grude" acabaria depois do casamento. Contudo, para a decepção dos profetas da morte do amor, ainda mantemos o delicioso "grude". Ainda gostamos de ficar juntinhos, da presença, do carinho, respeito, deitar a cabeça no colo e conversar...

Não deixe a mídia acabar com o seu relacionamento. Não deixe que qualquer um dê palpites no seu casamento, pois ninguém conhece seu marido melhor do que você. Procure lembrar-se de quando vocês namoravam. Coisas que faziam a felicidade dos dois. Olhe algumas fotos daquele tempo! O que ele mais gostava em você? Traga o namoro de volta. Não perca o que realmente tem valor! Deus tem poder para mudar (ou curar) seu relacionamento.

Todo dia é dia dos verdadeiros namorados! Busque ao Senhor e faça o que estiver ao alcance de suas mãos. Una o impossível que Deus faz com o possível que é seu!

Eternize o namoro de vocês e o casamento também se eternizará!

Felicidades por mais um dia em seu eterno namoro!

Beijo da Mari.

8 comentários:

  1. Bela mensagem, acima de tudo muito verdadeira...

    ResponderExcluir
  2. Muito boa esssa mensagem, Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo e verdadeiro. Que o Senhor continue abençoando o amor de vcs.

    ResponderExcluir
  4. Graças a Deus poe esta maravilhosa mensagem, Parabéns!.
    Izaias Silva:

    ResponderExcluir
  5. Concordo com vc Mari que pra manter o namoro no casamento basta querer, é uma decisão que tomamos no caminho de casados. Gostar e amar a presença do outro também faz toda a diferença! Deus continue te usando neste ministério, ao lado de seu esposo!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mari!
    Gostei muito de conhecer seu blog.
    Que reflexão e despertamento maravilhosos!
    Já estou te seguindo.
    Um abraço

    ResponderExcluir